Contos de Incesto: Dando banho no meu filho

Contos de Incesto: Dando banho no meu filho

Gosta de contos eróticos e contos de incesto? Nosso site tem muitos contos de sexo, contos HOT, contos adultos, contos picantes, contos lésbicos, histórias eróticas e de sexo, relatos verídicos de pessoas reais e confissões sobre pornografia e sexo, enfim, tem contos eróticos e histórias para todos os gostos, e se você também tem seu próprio conto ou gosta de escrever suas próprias aventuras eróticas pode nos enviar que será postada aqui no site junto com esta e as outras.

Para enviar seu conto erótico, relato sexual ou história picante acesse essa página e ENVIE SEU CONTO. Iremos postar seu conto aqui no site.


 
 

Olá me chamo Neozz e tenho um filho que não vou revelar por motivos particulares, sabe como é a sociedade em relação a incestos. Primeiramente vou me apresentar e prosseguirei com meu conto.

Tenho 47 anos, estatura mediana, branquinha e peso 70 quilos. Não sou nenhuma gostosona, mas me olham na rua quando passo. Meu filho tem 20 anos é alto, por volta de uns 1,95, moreno.

Tudo começou quando meu filho sofreu um acidente e precisou de umas ajudas. Era de manhã e tinhamos voltado do hospital. Meu filho estava com os dois braços enfaixados pois os tinha machucado e estava indo tomar banho. Falei com ele se ele queria ajuda, mas ele recusou dizendo que iria tomar sozinho.

Ele entrou no banheiro e pedi para não trancar a porta pois se acontecesse alguma coisa eu iria correndo ajudar. Passaram 5 minutos resolvi entrar no banheiro para ajudar pois eu sabia que ele não iria conseguir tomar banho sozinho sem molhar as ataduras. Cheguei na porta e falei:

– Filho posso entrar?

E ele respondeu:

– Pode, mãe.

Perguntei se ele não queria ajuda e ele disse que sim. Perguntei como davam banho nele no hospital e ele disse que ficava de cuecas e um enfermeiro passava um pano úmido nele. Eu zoei ele dizendo que um homem que dava banho nele lá e ele recusando o meu. Nisso ele falou:

– A mãe era estranho, mas com a senhora me dando banho estou com mais vergonha ainda.

– Vergonha de que filho? eu retruquei.

– Num sei mãe…



Fui logo tirando a camisa dele com cuidado, e falei que ia entrar no chuveiro com ele, tomando cuidado para não molhar os braços. Enquanto isso fui tirando minha blusa. Meu filho gritou:

Mãe você vai tirar a blusa porque?

O filho, se vou entrar no chuveiro tenho que tirar a roupa para não molhar… mas não vou ficar nua… vou ficar de calcinha e sutiã.

A tá mãe.

Fui fiquei só de calcinha e sutiã e fui tirar o short dele. Quando botei a mão em sua cintura para desamarrar a cordinha ele segurou minha e mão e falou que queria fazer xixi e que era para eu me virar. Mandei ele parar de bobeira e fui descendo o short. Ainda com ele de cuecas levantei a tampa do vaso sanitário e falei para ele ir fazendo, mas me retrucou dizendo:

Mãe num vai tirar ele para fora não?

Tirar o que filho?

A mãe esquece.

Nisso que eu me virei para o espelho, meu filho sentou no vaso e quando eu virei ele já tinha baixado a cueca e tava fazendo xixi sentado mesmo.

Nossa filho quanto xixi hein?

Tava apertadão mãe.

Meu filho estava com os olhos na direção da minha pombinha, e eu estava com calcinha de renda e meu pelinhos estava aparecendo. Ai ele perguntou:

Mãe desculpa minha pergunta, mas a senhora gosta de pelos?

Que isso filho, vamos logo entrando no banho.

Fui puxando ele para levantar e ele disse:

Não mãe.

E quando fui levantando ele, escorregou e bateu com o penis no meu joelho. Fui olhar para ver se não tinha machucado e me assustei. Ele estava com pinto inchado, e eu não sabia o que fazer. Tentei disfarçar mas não adiantou. Quanto mais eu olhava o pinto dele, mas excitada eu ficava. Então eu o levei pra debaixo do chuveiro para acalmar as coisas.

Comecei a dar o banho nele e fui lavar suas pernas. Seu pinto ainda estava meio duro, e eu estava doida. Foi ai que eu perguntei:

Filho vou lavar seu pintinho, tá?

Não mãe, não precisa.

Retrucou ele.

Filho, tenho que lavar sim. Fui colocando a mão e passando bastante sabão.

Comecei com um vai e vem dizendo que era pra lavar e ele foi ficando excitado. Olhei para o meu filho e ele estava de olhos fechados, estava adorando. O pinto dele estava muito duro e muito grande, nunca tinha visto um daquele tamanho… era praticamente do tamanho do meu braço e tinha um cabeção (adoro pintos com cabeção).

Depois de 5 min no vai e vem, meu filho teve uns espasmos, tentou tirar seu pinto da minha mão, mas eu não deixei. Tomei uns jatos de porra na cara. Era tanta porra que entrou na minha boca e ficou escorrendo pelos meus peitos. Fiquei um pouco com raiva e mandei logo ele se secar e ir indo pro quarto.

Quando ele saiu do banheiro fiquei lembrando do pinto dele e do tamanho que era. Estou louca e não sei o que irá acontecer no quarto.

Depois contarei o resto. Beijos pra todos, espero que gostem!


Gostou desse conto erótico de incesto? Comenta e compartilha ai…

Autor: Anônimo


Anonymus 69

Nada a declarar, somente a mostrar, siga-me e não vai se arrepender.

Você pode gostar também de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 7 =